Arabelle Calciolari

Confira aqui mais informações sobre o trabalho.

Educadora Nota 10

2019

Roosevelt Cássio / NE

Ela fez crescer o interesse pelos Beatles

Privilegiando a oralidade, a professora trouxe canções, histórias, vídeos e jogos para apresentar a banda inglesa aos alunos.

Educadora Nota 10:  Arabelle Calciolari
EMEB Maria Angélica Lorençon
Jundiaí, SP
Língua Estrangeira – 4º ano
Anos Iniciais – Ensino Fundamental

Projeto: Os Beatles – seu tempo e sua história
Número de alunos: 54
Duração do trabalho: 2 meses

Resumo: Arabelle colocou em prática a visão de aprendizagem do idioma estrangeiro que prioriza a exposição dos alunos à língua autêntica e viva. Ela sabia muito bem onde queria chegar, mas modulou as etapas de sua sequência didática sobre os Beatles de acordo com a curiosidade dos alunos 4º ano, aguçada pelos materiais de qualidade levados para a sala aula. A professora apresentou oito canções da célebre banda inglesa, cada uma por meio de exercício de listening diferente, variando as estratégias. Em seguida, as letras não foram traduzidas, aconteceram conversas sobre o que as crianças entenderam, construindo a compreensão de maneira coletiva. A história de cada composição, informações sobre o contexto das décadas de 1960 e 1970 e o engajamento político que a banda adotou foram acrescentadas por Arabelle e assim a turma entrou em contato com questões como a segregação racial e a guerra do Vietnã.

Por que o trabalho foi premiado?
“O projeto é muito adequado à faixa etária, pertinente em relação aos temas, textos e estratégias. O foco está na oralidade e, consequentemente, na criação de um repertório de “escuta” valioso. O contato com a língua vai se fortalecendo conforme os textos orais são apresentados e ressignificados. Pelo ponto de vista didático, a sequência trabalhada pela professora é impecável, com muita intencionalidade. Mas seu planejamento é aberto, ela vai construindo as etapas de acordo com a curiosidade dos alunos, aguçada pelos materiais que ela leva. Esse é um dos pontos fortes. Outro é a alternância de registro linguístico em sala. Arabelle planeja o que irá apresentar em português e escolhe com critério o que deve ser feito somente em inglês. Em relação ao conteúdo linguístico, há um forte trabalho com vocabulário e construção de dicionário ilustrado no caderno dos alunos.” Laura Meloni Nassar é professora de Inglês e coordenadora pedagógica e educacional no Ensino Fundamental II e Médio e selecionadora do Prêmio Educador Nota 10