Critérios de seleção

Os trabalhos premiados são ideias simples e corajosas que mostram a importância da aprendizagem de crianças e jovens e a tarefa de mantê-los em uma boa escola, trabalho esse indispensável para a transformação deste país numa nação melhor e mais justa.

A seleção dos trabalhos será pautada nos critérios a seguir relacionados:

. Equidade e a inclusão como valores
. Inspiração para aplicabilidade em outros contextos
. Evidências de aprendizagem
. Didática específica da área
. Correlação clara entre as aprendizagens propostas e habilidades da faixa etária correspondente com as competências específicas e gerais da BNCC

As Experiências Educativas inscritas no Prêmio Educador Nota 10 são avaliadas pela Academia de Selecionadores e pela Academia de Jurados, compostas por especialistas nas suas áreas de conhecimento. Busca-se evidências para:

a) Descrição do trabalho

. Explicitação dos objetivos, gerais e específicos, dos conteúdos curriculares desenvolvidos, a sua execução prática e o envolvimento dos participantes, estudantes, educadores, ou profissionais da educação não docentes, no caso dos gestores educacionais, bem como a avaliação dos resultados a partir da análise dos materiais encaminhados.

b) Modalidade organizativa

. Prática organizada como um projeto ou sequência didática, com ações planejadas para o alcance de objetivos pré-estabelecidos, com atividades norteadas por uma questão problema, articulando-se em função de um propósito educacional com sentido para os estudantes envolvidos.
. Tempo de duração do projeto ou sequência coerente com o objetivo traçado.

c) Visão da área

. Visão de ensino e tratamento dado à informação, não centrada na transmissão de conhecimentos, com visão dogmática de transferência de informação, tendo o professor como única fonte de informação.

d) Intencionalidade educacional

. Propósito educacional explicitado: conteúdos e objetivos da área, propósito de ensino e expectativa de aprendizagem.
. Adequação do recorte temático ao tempo didático, natureza e conteúdo de estudo e à faixa-etária;
. Coerência entre as atividades propostas e as condições de aprendizagem dos conteúdos apresentados para todos os estudantes sem exceção;
. Desenvolvimento dos trabalhos que considere as experiências, teorias iniciais e condições de vida que os estudantes trazem consigo, e leve em consideração a singularidade de cada um e as especificidades dos contextos;
. Organização e metodologia que considere a reflexão, representação e documentação de experiências, compartilhamento de ideias, utilizando diferentes meios e modos para garantir a efetiva participação de todos, sem exceção;
. Aprendizagem de conceitos, procedimentos, atitudes e valores apresentados de forma integrada, e que prepare os estudantes para serem cidadãos globais, considerando e respeitando a diversidade;
Clareza da rota que o autor quer seguir para a construção de conhecimentos fundamentais.

Professor, a profissão que forma todas as profissões