Linaldo Luiz de Oliveira (Educador do Ano)

O VENCEDOR NA MÍDIA

 

10/06/2022 – Porvir Professor do agreste paraibano é eleito Educador do Ano por projeto ambiental

7/06/2022 – Nova EscolaEducador Nota 10: quando o entorno dos alunos entra em cena

25/03/2022 – Facebook Prêmio Educador Nota 10Linaldo de Oliveira veio diretamente de Mogeiro para o #TOP10

20/04/2022 – PorvirConhecimento ecológico de comunidade paraibana inspira projeto científico do 9° ano

25/02/2022- Hermes de LunaProfessor de Mogeiro é um dos vencedores do Prêmio Educador Nota 10

SABERES TRADICIONAIS DIVULGADOS PELA REDE SOCIAL

Os estudantes descobriram mais sobre a natureza da região entrevistando caçadores e demonstraram o conhecimento científico adquirido de um jeito artístico e digital


Nidiacris Ribeiro / Trupe Filmes

Educador Nota 10:  Linaldo Luiz de Oliveira
Ciências da Natureza – 9º ano / Anos Finais do EF
Escola: EMEF Iraci Rodrigues de Farias Melo
Mogeiro, PB

Trabalho: Um ensaio biocultural
Número de alunos: 161
Duração do trabalho: 6 meses

Resumo: Para dinamizar as aulas de Ciências, o professor Linaldo colocou a turma para investigar o conhecimento ecológico dos residentes no município, situado no agreste paraibano. As entrevistas, realizadas com integrantes das famílias e vizinhos, geraram informações sobre as espécies de animais silvestres que eles costumam caçar,  seus usos para alimentação e medicamentos e em “causos” do folclore da região. Para promover a divulgação científica das descobertas, os alunos criaram “Pokemons” com base nos animais citados pelos caçadores. Cada um dos seres imaginados, ilustrado por um desenho artístico, recebeu uma ficha técnica com informações ecológicas e bioculturais da espécie que o inspirou. O material foi divulgado pelas redes sociais e integrou um e-book. Para ampliar ainda mais os saberes dos estudantes, o professor convidou um acadêmico de referência da área de zoologia cultural para debater sobre as relações entre as pessoas e a natureza ao seu redor.

Por que o trabalho foi premiado?
“O professor Linaldo reconheceu a necessidade de abordar questões relacionadas ao uso dos animais silvestres por parte da comunidade escolar e a possibilidade de usar a temática para tratar de conteúdos tradicionais de Ciências indicados na BNCC. Seu projeto é relevante porque contextualizou saberes populares e ressaltou sua importância para práticas bem-sucedidas de manejo e conservação da biodiversidade de uma região. Os conhecimentos dos caçadores são foco de uma sequência didática que coloca alunos e alunas como protagonistas do processo de aprendizagem ao realizarem a coleta e análise de dados de entrevistas e a criação conceitual e artística de animais imaginários. O trabalho integra saberes tradicionais, conhecimentos escolares e científicos e divulgação em meios digitais, permitindo a adoção de medidas educativas não formais na zona rural. Ciente da importância de apresentar novas linguagens, o professor também planejou atividades para aproximar os estudantes da produção acadêmico-científica que estuda o conhecimento ecológico das comunidades tradicionais.” João Carlos Micheletti Neto é professor e assessor de Ciências Naturais e selecionador do Prêmio Educador Nota 10