Paulo Roberto Magalhães

O VENCEDOR NA MÍDIA:

7/06/2022 – Nova EscolaEducador Nota 10: quando o entorno dos alunos entra em cena

7/03/2022 – Globoplay SP1Professores de São Paulo ganham prêmio de educação

29/03/2022 – Facebook Prêmio Educador Nota 10 – O #TOP10 de hoje é Paulo Roberto Magalhães

07/03/2022 – Site segsEducadores de São Paulo (SP) estão entre os vencedores do 24º Prêmio Educador Nota 10

QUADRINHO VIRTUAL RECONTA VIVÊNCIAS NAS RUAS DO GLICÉRIO

Conhecido por suas aulas públicas, professor de Geografia inova com suportes digitais e linguagem de quadrinhos para dinamizar o estudo da paisagem urbana na pandemia

Foto: Nidiacris Ribeiro / Trupe Filmes

Educador Nota 10:  Paulo Roberto Magalhães
Geografia – 6º ano / Anos Finais do EF
Escola: EMEF Duque de Caxias
São Paulo, SP

Trabalho: A escola pulou o muro em vídeos e quadrinhos
Número de alunos:  120
Duração do trabalho: 5 meses

Resumo: O conhecido geógrafo Milton Santos costumava dizer que “o mundo está nos lugares”. A  pandemia impediu o professor Paulo de desenvolver suas aulas públicas na rua e nos espaços urbanos do bairro paulistano do Glicério. Mas nem por isso ele deixou de transportar a cidade para o ambiente virtual. Recorreu a um novo suporte: os quadrinhos digitais, uma forma viva de situar a paisagem urbana e ainda valorizar a identidade dos estudantes. As aulas, acessíveis no Tour Creator (Google), guiaram os alunos por ruas e vielas do bairro por meio de uma plataforma virtual. O viaduto do Chá, as enchentes na região central e os parques urbanos foram alguns dos temas abordados no estudo da paisagem e território urbano. Além de produções que valorizam a linguagem espacial, como croquis, mapas mentais, desenhos em perspectiva e maquetes, os estudantes se envolveram na autoria dos quadrinhos digitais, alguns criados a partir de registros fotográficos das aulas presenciais (antes de março de 2020). Dessa forma, mesmo à distância, continuaram ligados à escola e próximos de sua realidade.

Por que o trabalho foi premiado?
“Há mais de 20 anos o professor Paulo Roberto utiliza a metodologia das aulas públicas, que não são estudo do meio ou trabalho de campo, mas sim um gênero discursivo para estudar a paisagem em sua integralidade como sala de aula outdoor. Dessa forma, ele tem levado alunos a construir compreensões importantes sobre a cidade de São Paulo, particularmente as suas desigualdades socioespaciais, e chamado a atenção para o patrimônio histórico. As aulas públicas em quadrinhos envolveram muitos sujeitos mesmo no ambiente digital, pois os conteúdos foram transpostos em imagens de modo a revisitar vivências do bairro do Glicério. Como é a quarta vez que leio seus projetos (Paulo foi indicado entre os 50, em 2017), vejo que aprimorou as aulas interativas, investigativas e situadas, mesmo no desafio virtual. Neste trabalho, ressalto um aspecto fundamental: o uso das linguagens imagéticas, um campo crescente e ainda pouco potencializado pelos professores. Por todos esses motivos, considero este trabalho uma experiência singular e encorajadora de aula pública virtual para professores de Geografia.” Sueli Angelo Furlan, doutora e professora no Departamento de Geografia da USP, é selecionadora do Prêmio Educador Nota 10