LIDIANE PEREIRA DA SILVA LIMA

LIDIANE PEREIRA DA SILVA LIMA
LÍNGUA PORTUGUESA – 6º AO 9º ANO / ANOS FINAIS DO EF
PROJETO: EU POSSO SER POETA!
ESCOLA: EMEF ANNA SILVEIRA PEDREIRA
SÃO PAULO, SP

Confira aqui o vídeo do projeto:

Lidiane mudou o olhar dos jovens dessa escola na periferia paulista para a herança africana e o território que habitam. Depois de abrir discussões sobre um tema, ela lia poemas que permitiam desconstruir o imaginário sobre o continente africano, contavam a história de resistência do povo negro escravizado e falavam da identidade do negro no século XXI. Após cada leitura, os alunos a expressavam de maneiras performáticas, com Reclamações, danças, reflexões etc. A escolha de repertório, que ia de Solano Trindade ou Castro Alves a um rap dos Racionais MCs, aproximou os alunos da poesia. Lidiane convidou autores de alguns poemas lidos em sala – poetas negros, jovens e periféricos – para compartilhar experiências. Os estudantes se envolveram na preparação do Sarau Heranças Afro, escrevendo e reescrevendo poemas, debatendo traços de estilo dos diversos gêneros poéticos abordados em aula e refletindo sobre a variação linguística e sua conexão com a identidade e as relações de poder. Além de se apresentarem em colégios próximos, publicaram suas produções no livro Eu também posso ser poeta!.

“Acredito que os poemas são capazes de provocar catarses, microrrevoluções subjetivas e alterar visões sobre si e o outro. Os estudantes emprestaram suas vozes para contar histórias há muito tempo silenciadas, inclusive as suas.”

> SAIBA MAIS SOBRE O PROJETO CLICANDO AQUI.

A Votação Popular #EsseProjetoé10 está encerrada. Acompanhe a divulgação do resultado durante a transmissão online do Prêmio Educador Nota 10.